Declaração sobre o uso de AINEs no tratamento do COVID-19

Declaração sobre o uso de AINEs no tratamento do COVID-19

ILAR (Associação de Autocuidado Responsável da América Latina) aconselha a população da América Latina, que tem dúvidas sobre o tratamento da dor e febre durante a pandemia do COVID-19, a confiar nas recomendações dos profissionais de saúde, nos comunicados de portais de saúde administrados pelo governo e as indicações de medicamentos isentos de prescrição. Especulações recentes sobre uma ligação entre o uso de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como o ibuprofeno, e a piora dos sintomas devido ao COVID-19, atualmente não são suportadas por evidências científicas. A grande maioria dos pacientes, de estudos observacionais diagnosticados com COVID-19, não mostra associação entre o uso de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo o ibuprofeno, e a piora no desenvolvimento da doença.

Tanto a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Global Self-Care Federation e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) declararam que não há evidências de uma conexão entre os AINEs e os sintomas agravantes do COVID-19 e se aconselha pacientes e profissionais de saúde a considerar todas as opções de tratamento disponíveis, incluindo acetaminofeno e AINEs, com base nas informações aprovadas sobre medicamentos.

De acordo com os resultados do Estudo da Corte Nacional Dinamarquesa sobre o uso de medicamentos não esteroides e a evolução clínica do COVID-19, o uso de ibuprofeno e outros analgésicos e anti-inflamatórios, os chamados AINEs, não estão associados à mortalidade ou agravamento de sintomas em pacientes infectados com coronavírus. Os resultados mostram que não há diferença estatisticamente significativa entre pacientes que usam AINEs e pacientes que não usam AINEs. (Para acessar os resultados completos do estudo, clique aqui)

O autocuidado é crucial para diminuir a carga sobre os sistemas de saúde, particularmente durante esse período de crise.

A ILAR continua monitorando a situação de perto e analisará qualquer nova informação disponível sobre esse tópico para ajudar na disseminação correta de informações verdadeiras e cientificamente comprovadas.

Para referência adicional sobre o assunto, consulte os seguintes links: